Projeto de Extensão Inclusão.Betim.br

A promoção da inclusão social por meio da inclusão digital apresenta atualmente grande relevância no sentido de favorecer o acesso da população digitalmente excluída às novas tecnologias da informação e comunicação. O desenvolvimento de ações nesse sentido, portanto, deve ser avaliado como fator essencial para a promoção de parcelas da sociedade marginalizadas de alguma forma em relação ao uso de tais recursos tecnológicos.

Por conseguinte, dependendo da faixa etária do indivíduo excluído, diversas podem ser as consequências. Acrescente-se a isto o fato de que é também essencial a participação dos alunos do curso de Sistemas de Informação e demais cursos da PUC Minas em ações como estas, de grande relevância social, uma vez que dessa forma sua formação acadêmica (técnica e humanística) tende a ser em muito enriquecida.

Outro ponto importante é que a inclusão digital deve ser vista para muito além da simples alfabetização digital. Apenas ensinar a utilizar as ferramentas da Informática não é suficiente. Como é intensa a adoção de recursos computacionais atualmente na atividade humana, diversos problemas decorrem disso, ocasionando grande impacto social. Neste contexto, pode-se citar como problemas o uso inadequado de ferramentas como as redes sociais por jovens, por exemplo, no que diz respeito a aspectos jurídicos. Assim, promover a inclusão digital é o principal objetivo desta proposta, capacitando o público-alvo em Informática, mas também promovendo discussões e reflexões, com todos os atores envolvidos, sobre os problemas causados pela adoção da tecnologia.

Atendendo a esta evidente necessidade, o projeto Inclusão.Betim.br visa promover a inclusão digital da população da cidade de Betim, com destaque para jovens e adolescentes (alunos da rede pública de ensino) e idosos. Com isso, pretende-se contribuir para a sua maior capacitação profissional e, consequentemente, a melhoria da sua qualidade de vida. Adicionalmente, a formação humanística e a formação da consciência de responsabilidade social dos alunos extensionistas envolvidos são também pretendidos, além de possibilitar a articulação entre ensino, pesquisa e extensão, principais atividades desenvolvidas pela Universidade.

ACONTECE NO CURSO

Acontece  no dia 3 de maio de 2018, próxima quinta-feira, no campus Coração Eucarístico, a terceira edição da Mostra de Extensão da PUC Minas. O evento é uma oportunidade para a comunidade acadêmica compartilhar suas experiências na extensão universitária. A programação inclui apresentação de trabalhos produzidos a partir de projetos e de práticas curriculares de extensão.

Outras informações pelo telefone (31)3319-4479.

A Coordenação de Pesquisa do campus Betim, em conjunto com os cursos, está realizando uma série de atividades voltadas para a pesquisa (segue a programação em anexo). É uma ótima oportunidade para discutirmos a Pesquisa não só em âmbito acadêmico como também no meio empresarial. Nesta quinta-feira dia 26 de abril a partir das 20:40hs no Auditório teremos uma palestra com os professores Bernardo Jeunon, Álisson Rabelo Arantes e Fábio Martins de Oliveira, em que serão abordados temas como "A Pesquisa na Universidade" e "A Pesquisa no Mercado Empresarial", bem como relatadas as experiências dos respectivos palestrantes. As inscrições devem ser feitas no SGA e serão emitidos certificados posteriormente.

 

Programação Pesquisa

A promoção da inclusão social por meio da inclusão digital apresenta atualmente grande relevância no sentido de favorecer o acesso da população digitalmente excluída às novas tecnologias da informação e comunicação. O desenvolvimento de ações nesse sentido, portanto, deve ser avaliado como fator essencial para a promoção de parcelas da sociedade marginalizadas de alguma forma em relação ao uso de tais recursos tecnológicos.

Por conseguinte, dependendo da faixa etária do indivíduo excluído, diversas podem ser as consequências. Acrescente-se a isto o fato de que é também essencial a participação dos alunos do curso de Sistemas de Informação e demais cursos da PUC Minas em ações como estas, de grande relevância social, uma vez que dessa forma sua formação acadêmica (técnica e humanística) tende a ser em muito enriquecida.

Outro ponto importante é que a inclusão digital deve ser vista para muito além da simples alfabetização digital. Apenas ensinar a utilizar as ferramentas da Informática não é suficiente. Como é intensa a adoção de recursos computacionais atualmente na atividade humana, diversos problemas decorrem disso, ocasionando grande impacto social. Neste contexto, pode-se citar como problemas o uso inadequado de ferramentas como as redes sociais por jovens, por exemplo, no que diz respeito a aspectos jurídicos. Assim, promover a inclusão digital é o principal objetivo desta proposta, capacitando o público-alvo em Informática, mas também promovendo discussões e reflexões, com todos os atores envolvidos, sobre os problemas causados pela adoção da tecnologia.

Atendendo a esta evidente necessidade, o projeto Inclusão.Betim.br visa promover a inclusão digital da população da cidade de Betim, com destaque para jovens e adolescentes (alunos da rede pública de ensino) e idosos. Com isso, pretende-se contribuir para a sua maior capacitação profissional e, consequentemente, a melhoria da sua qualidade de vida. Adicionalmente, a formação humanística e a formação da consciência de responsabilidade social dos alunos extensionistas envolvidos são também pretendidos, além de possibilitar a articulação entre ensino, pesquisa e extensão, principais atividades desenvolvidas pela Universidade.

O projeto intitulado “Robótica Educacional: desafios e aprendizado”, do Curso de Sistemas de Informação da PUC Minas Betim,tem como principal objetivo a inclusão digital de jovens e adolescentes, alunos do ensino fundamental das escolas Municipais e Estaduais da cidade de Betim – MG e instituições interessadas, auxiliando-os na descoberta do potencial criativo e da curiosidade, explorando seus conhecimentos e habilidades, e demonstrar como o autossustento e a autorrealização podem e devem caminhar juntos na construção de um plano coletivo e de seus próprios propósitos de vida. O projeto propõe, por meio da Robótica Pedagógica, uma forma criativa, lúdica e motivadora de desenvolvimento das relações interpessoais, do raciocínio lógico, da melhoria das capacidades cognitivas e da ampliação dos conhecimentos técnicos dos assistidos. Nela os assistidos percorrerem diversas etapas que possibilitam o desenvolvimento do pensamento criativo, na elaboração de desenhos para robôs; do pensamento sistemático para a resolução de problemas; da escrita, ao documentar de modo claro e sólido os passos dos projetos; do raciocínio lógico ao programar os dispositivos construídos. Este desenvolvimento propicia maturidade e uma postura crítica e analítica para os desafios da vida.

Durante a execução do projeto, são utilizados kits Lego Mindstorms direcionados para trabalhos educacionais. Tais kits são compostos por blocos de montagem padrão Lego, por peças móveis como engrenagens, roldanas, eixos e rodas, por diferentes sensores e pelo módulo principal que é um mini computador programável. Essas peças podem ser combinadas de diversas formas, de acordo com a criatividade dos alunos, para a formação de diferentes dispositivos robóticos. Os participantes são incentivados a criar, planejar e executar o projeto de construção de um equipamento robotizado, utilizando os kits descritos. Para tanto, os grupos de alunos devem distribuir responsabilidades, documentar todos os passos percorridos - situações-problema e resolução de conflitos - demonstrando a importância de ações proativas para seu próprio desenvolvimento.

Espera-se como resultado do projeto colaborar não só com o desenvolvimento da criatividade e do raciocínio por parte dos alunos envolvidos, mas especificamente contribuir com a inclusão digital de jovens e adolescentes de famílias com situação socioeconômica, muitas das vezes, desfavorecida, principalmente ao fornecer acesso às novas tecnologias. Além disso, acredita-se que, como o conhecimento é caracterizado como um fator de desenvolvimento social e econômico de um país, não somente este projeto, mas a Extensão Universitária como um todo, possibilita à Universidade desempenhar o seu papel perante a sociedade, contribuindo com a sua transformação e o seu desenvolvimento.